Ovídio diz que apóia Temer para presidência do PMDB

O deputado Michel Temer (SP) disse hoje que ganhou o apoio do ministro-chefe da Secretaria Especial de Desenvolvimento Urbano, Ovídio de Ângelis, para a sua candidatura à presidência do PMDB. De acordo com a assessoria de Temer, Ovídio telefonou hoje ao deputado para informar que apóia a sua candidatura à presidência do PMDB. "Estou rompendo com o Iris (o senador Iris Rezende, do PMDB de Goiás) e não saio do governo. Meu destino quem vai decidir é a convenção do PMDB" , disse Ovídio, ao telefone, de acordo com a assessoria de Temer.Ele tomou a decisão de romper com o grupo de Iris Rezende e aderir à candidatura de Temer após tomar conhecimento da entrevista dada ontem pelo senador, que considerava injusta a sua permanência no cargo. O ministro lembrou que desde que o presidente do partido, Maguito Vilela, passou defender a retirada de apoio do PMDB ao governo, não foi procurado por qualquer colega peemedebista.Ovídio de Ângelis disse que recebeu sinais do Palácio do Planalto de que teria respaldo para continuar no governo pelo menos até o dia 9 de setembro, quando será realizada a convenção do PMDB em que será escolhido o novo presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.