Outsider, Soninha terá programa alternativo

A candidata do PPS à Prefeitura, a vereadora Soninha, não deve bater forte nos concorrentes na campanha. Pode até elogiar algumas iniciativas deles, como anotou no rascunho de seu programa de governo: "Dar continuidade ou aproveitar idéias de outras administrações."Há quem diga que com essa atitude paz e amor, a candidata, que foi cogitada para ocupar o cargo de vice nas chapas de Gilberto Kassab (DEM) e Geraldo Alckmin (PSDB), esteja se cacifando para o segundo turno. Mas pode ser mais do que isso. O rascunho de programa, alinhavado pessoalmente pela candidata, indica que deve ser o mais alternativo entre todos, inspirado em experiências de metrópoles do primeiro mundo. Ela assume que pretende instituir o pedágio urbano no centro da cidade, mesmo que seja em etapas, seguindo o exemplo de Londres. "Lá houve seis meses de teste com pedágio, seguido de seis meses sem pedágio. Após isso houve um referendo", anotou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.