Ouça as gravações da PF sobre o escândalo do ministério do Turismo

Diálogos obtidos pelo 'Estado' entre supostos envolvidos em esquema de fraude em convênios relevam detalhes das ações

12 de agosto de 2011 | 10h58

A Operação Voucher, deflagrada pela Polícia Federal na terça-feira, 9, investiga supostas irregularidades em convênios do Ministério do Turismo e organizações não-governamentais. No dia da ação, 36 pessoas foram presas, entre elas integrantes da cúpula do ministério e diretores do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável (Ibrasi), que teria recebido R$ 4,4 milhões para capacitação profissional no Amapá. O programa, porém, nunca teria sido executado. Dezoito dos presos já foram liberados após a coleta de depoimentos.

 

O Estado teve acesso a gravações realizadas pela Polícia Federal, com autorização judicial, que revelam como os suspeitos agiriam para fraudar as licitações, além de articulações políticas para favorecer senadores e deputados. Abaixo, as gravações reveladas até o momento:

 

1º áudio

Quem fala: Número 2 do Turismo, secretário-executivo Frederico Silva Costa e um empresário

O que é: Frederico orienta empresário a montar ONG de fachada

Quando ocorreu: 20 de julho

 

2º áudio

Quem fala: Secretário do Turismo, Colbert Martins, um dos 36 presos, e sua chefe de gabinete

O que é: Colbert dá ordens sobre o andamento de um projeto que seria de interesse do senador José Sarney (PMDB-AP)

Quando ocorreu: 28 de julho

 

3º áudio

Quem fala: Dois empresários envolvidos no esquema, segundo a PF

O que é: Diálogo mostra que empresários simulavam cotações de preço para fraudar as licitações

Quando ocorreu: 21 de julho

 

4º áudio

Quem fala: Secretário Nacional de Políticas de Desenvolvimento para o Turismo, Colbert Martins, e o secretário-executivo do ministério, Frederico Silva Costa, ambos presos

O que é: Articulam para segurar por alguns dias a liberação de emenda parlamentar do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) com o objetivo de protegê-lo já que teve o nome vinculado ao escândalo de corrupção nos Transportes

Quando ocorreu: 22 de julho

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.