Osmar e Richa exploram biografias para convencer eleitor

Os dois candidatos que polarizam a disputa para o governo do Paraná, Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT), trataram de fortalecer, durante o horário eleitoral gratuito da tarde de hoje, aquilo que consideram primordial em suas biografias para convencer o eleitorado. Enquanto Dias destacou o conhecimento que tem da agricultura, Richa reforçou as atividades feitas e a representatividade conseguida como prefeito de Curitiba.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 15h52

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a ser uma das estrelas do programa de Dias. Apareceu em três oportunidades para elogiar e pedir votos a seu apadrinhado. Não faltaram emoções com palavras da mulher e de uma das filhas do candidato. Mas grande parte foi protagonizada pelo próprio Dias, montado em um cavalo. Ele lembrou ter criado o programa Paraná Rural quando secretário da Agricultura e destacou que, no Estado, grandes produtores somente crescem se os pequenos forem juntos. "Eu posso galopar porque há 30 anos eu estou nessa empreitada", disse.

No horário destinado a Richa, destacou-se que, como prefeito de Curitiba, ele "levou longe o nome do Paraná". Proferiu palestras em Bonn (Alemanha), Lyon (França), Nova York (Estados Unidos) e Seul (Coreia do Sul). "É o Paraná que vai além das fronteiras", disse o locutor. "Por sua experiência administrativa, suas ideias, seus projetos, é o mais preparado para governar o Paraná." O próprio Richa afirmou que, por ouvir a população e encontrar soluções, recebeu, por dez vezes, o título de melhor prefeito do Brasil. "Posso fazer o mesmo pelo nosso Estado."

Richa passou o dia de hoje em Curitiba e região metropolitana fazendo carreatas e reuniões. Para amanhã estão previstas atividades nas principais cidades do Estado, como Londrina, Cascavel e Ponta Grossa. Dias, por sua vez, fez o inverso. Hoje percorreu o interior, com encontros em Guarapuava, Ibiporã e Londrina. Na manhã de amanhã, ele permanece em Londrina e, à tarde, faz campanha em Curitiba e região metropolitana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.