Osmar Dias deve oficializar hoje sua candidatura ao governo do PR

Com decisão, o irmão do senador, Álvaro Dias, não deve ser confirmado como vice de Serra

Carol Pires, estadão.com.br

30 de junho de 2010 | 09h55

O senador Osmar Dias (PDT) deve oficializar nesta quarta-feira, 30, à tarde, em Curitiba, a candidatura dele ao governo do Estado, na aliança PT-PMDB.

 

Segundo parlamentares, Dias já vinha amadurecendo essa decisão há uma semana, mas adiou o anúncio quando o nome do irmão dele, Álvaro Dias, foi confirmado pelo PSDB para a chapa de José Serra à Presidência da República.

 

Na terça-feira à noite, no entanto, Osmar Dias ligou para o governador do Paraná, Orlando Pessuti, para comunicar a sua decisão. Disse que havia refletido ao longo do dia e estava disposto a "ser o candidato da grande aliança".

 

O presidente do PDT e ministro do Trabalho, Carlos Lupi, viajou a Curitiba para tratar da aliança política. Tudo indica que o PMDB indicará o vice de Osmar Dias, enquanto Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffman (PT) serão candidatos ao Senado.

 

Com a decisão de Osmar Dias, a indicação de Alvaro Dias para vice na chapa de José Serra fica comprometida. A indicação de Álvaro foi negociada com Osmar que, em troca, havia concordado com a retirada de sua candidatura ao governo do Paraná. A ideia era que Osmar disputasse a reeleição para o Senado. Há pouco, Álvaro Dias informou à Agência Estado, por telefone, que estava indo se encontrar com o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, para discutir o seu destino político.

Tudo o que sabemos sobre:
Osmar DiasPDTParana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.