Osmar Dias deixa oficialmente o PSDB

O senador Osmar Dias comunicou oficialmente, em pronunciamento da tribuna do Senado, seu desligamento do PSDB. Dias distribuiu, na mesma oportunidade, cópia de carta por ele encaminhada ao juiz eleitoral de Maringá (PR), seu domicílio eleitoral, expondo os motivos e pedindo o desligamento. Na carta, ele lembra que ingressou no partido convicto de que poderia defender os valores éticos e morais. No plenário, ele questionou a "atitude autoritária, contraditória e incoerente" do presidente do PSDB, deputado José Aníbal (SP), que ontem anunciou que encaminharia ao Conselho de Ética do partido o pedido de afastamento de Osmar Dias e do senador Álvaro Dias, seu irmão e também do PSDB do Paraná. A atitude de Aníbal foi motivada pelo fato de os irmãos Dias se recusarem a retirar suas assinaturas do requerimento de criação da CPI da Corrupção no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.