Ornelas não esperava demissão

O ex-ministro da Previdência Waldeck Ornelas disse agora há pouco que não esperava a demissão. " Não se costuma demitir os sérios, costuma-se demitir o outro lado". Ele disse que se voltar algum dia a ser ministro, gostaria de ocupar a pasta da Saúde para desenvolver o mesmo trabalho realizado na Previdência. Ele admitiu que existe focos de corrupção no governo mas afirmou que o presidente Fernando Henrique Cardoso "paira acima desse debate". Ornelas vai reassumir o seu mandato de senador e espera a decisão do PFL para saber o rumo a tomar em relação ao governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.