Órgãos públicos usarão veículos apreendidos

O Superior Tribunal de Justiça autorizou o uso dos veículos apreendidos pela Polícia Federal na Operação Pasárgada. Foram disponibilizados 46 veículos e dois aviões para demandas da própria PF, do Corpo de Bombeiros e do Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais. A Pasárgada investiga prejuízo aos cofres públicos de R$ 200 milhões por meio de suposto esquema de liberação irregular de verba do Fundo de Participação dos Municípios em Minas, Bahia e Distrito Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.