Orçamento terá corte de R$ 20 bilhões, afirma Mantega

Para ministro, prioridade agora são os cortes nos gastos correntes; decreto será divulgado nos próximos dias

Agência Brasil,

01 de abril de 2008 | 14h34

O corte no Orçamento será de R$ 20 bilhões, segundo informou nesta terça-feira, 1º, o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele disse que o decreto com a programação orçamentária será divulgado nos próximos dias. O valor deverá compensar as perdas com o fim da CPMF no início deste ano. O Orçamento aprovado para este ano chega a R$ 1,423 trilhões. Anteriormente, as estimativas do Planalto previam um corte de R$ 12,6 bilhões.   Veja também:   Entenda a cobrança da CPMF  Entenda o que é o Orçamento   Mantega: 'Tem gente que tem medo do crescimento'   Mantega afirmou ainda que o Brasil está, provavelmente, em seu melhor momento nos últimos anos. "O governo tem de zelar pela continuidade dessa condição", afirmou.   Mantega informou que a prioridade do governo agora são os cortes nos gastos correntes (custeio da máquina pública) e a política industrial com o programa de aceleração das exportações. "Precisamos dar sustentabilidade ao crescimento (econômico), para que seja sustentável"   Mantega disse também que é importante a política de aceleração das exportações para garantir uma conta corrente positiva com o exterior. De acordo com ele, os países em desenvolvimento se fortaleceram por terem grande capacidade exportadora.   O ministro também citou "medidas prudenciais" como a desoneração de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para as exportações e a permissão para que os exportadores deixem o total de dólares no exterior por um período mais longo. Mantega fez as afirmações durante a primeira reunião do ano do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, no Palácio do Planalto.   Os principais pontos da pauta do encontro são as perspectivas de crescimento da economia brasileira, a reforma tributária e a crise financeira internacional.   (Com Fábio Graner, de O Estado de S. Paulo)  

Tudo o que sabemos sobre:
OrçamentoMantegacorte de gastos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.