Orçamento do Executivo será votado essa semana, diz Aécio

O presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG), disse hoje que a proposta orçamentária do Executivo só não será votada esta semana se a oposição obstruir a pauta. Ele afirmou que a proposta será apreciada pela Comissão de Orçamento na quarta-feira e deve ir a plenário na quinta. "A não-votação do Orçamento este ano terá efeitos gravíssimos para a sociedade, porque provocará a paralisação de projetos sociais importantes do governo", disse. Aécio embarca ainda hoje para Brasília, onde pretende discutir com deputados da oposição e líderes dos partidos as últimas arestas que ainda cercam a proposição. O deputado não acredita que o governo vá vetar a proposta da correção do Imposto de Renda de Pessoa Física aprovada na semana passada, que poderá trazer uma queda de R$ 1,3 bilhão na arrecadação. Segundo Aécio, o veto terá conseqüências políticas ruins para o governo. Para ele, essa queda na arrecadação poderá ser minimizada com a melhora na economia já registrada neste último trimestre do ano. O presidente da Câmara agradeceu ainda a homenagem do diretório do PSDB do Rio que o lançou ontem pré-candidato à Presidência da República, mas disse que seu projeto político é "construir a unidade política do partido". Aécio participa de uma reunião em sua homenagem na sede do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.