Orçamento de São Paulo sairá somente após carnaval

O Orçamento de 2007 do Estado de São Paulo só deverá ser levado à votação na Assembléia após o carnaval, ou seja, com dois meses de atraso. A previsão do Orçamento para este ano é de R$ 85 bilhões. A expectativa é de que o relator da matéria, deputado Edmir Chedid (PFL), só entregue o texto na semana que vem. Desde que assumiu o governo paulista, no mês passado, José Serra (PSDB) tem cobrado pressa na aprovação do Orçamento. Eleição na Assembléia A pouco mais de um mês da eleição do presidente da Assembléia Legislativa, o PSDB de Serra terá de resolver um impasse interno para definir seu candidato. Vaz de Lima e Celino Cardoso querem concorrer. A bancada tucana se reuniu na quinta-feira à tarde. Na reunião da tarde, os dois tucanos expuseram desejo de disputar a presidência, mas não houve definição. Integrantes do partido avaliam que ela só deve ocorrer no final da semana que vem. Vaz de Lima e Cardoso ensaiaram concorrer ao cargo em 2005, mas o indicado acabou sendo Edson Aparecido, que foi derrotado pelo atual presidente, Rodrigo Garcia (PFL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.