Orações do povo deram força a Alencar, diz sobrinho

Um dos sobrinhos do ex-vice-presidente José Alencar, Rodrigo Guarçoni, agradeceu hoje ao povo brasileiro pelo apoio dado à família dele durante o período em que o tio foi submetido ao tratamento contra o câncer. "Agradecemos ao povo brasileiro pelas orações. Isso o fortaleceu muito." De acordo com Guarçoni, Alencar deixa um grande legado de perseverança.

DAIENE CARDOSO, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

31 de março de 2011 | 11h49

"O que fica para a família é o legado da fé. Por ele ter tratado a morte como vida." O sobrinho de Alencar relembrou uma das frases ditas pelo tio, em que o ex-vice-presidente falava sobre a morte. "Ele não tinha medo da morte, e sim da desonra. O que ele não queria era não ser útil."

O governo de Minas Gerais abriu a visitação pública para o velório do ex-vice-presidente às 11h06, no Palácio da Liberdade, na região central de Belo Horizonte, após uma cerimônia reservada conduzida pelo arcebispo metropolitano da capital mineira, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Tudo o que sabemos sobre:
José AlencarmortevelóriooraçõesBH

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.