Oposição vai definir-se sobre Jader

O bloco de oposição se reunirá nesta quarta-feira para definir como as acusações de envolvimento do presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), na venda ilegal de Títulos da Dívida Agrária (TDAs) devem ser apuradas: se por meio de instalação de uma CPI específica, pelo Conselho de Ética ou, simplesmente, deixar que as investigações fiquem restritas ao Ministério Público ou à Polícia Federal.O PPS, por exemplo, vai propor a abertura de investigação sobre o caso. ?A investigação tem que ser feita sob pena de inviabilizar a gestão do próprio Jader à frente da presidência do Senado?, afirmou nesta segunda-feira o líder do PPS, senador Paulo Hartung (ES).Para ele, a investigação vai beneficiar Jader, garantindo ?amplo direito de defesa e sem fazer prejulgamento?. Na avaliação do líder do PPS, as denúncias contra o presidente do Senado ?são extremamente graves, uma vez que têm um cheque para ser rastreado, testemunhas e declarações gravadas. ? Além do mais, trata-se de um assunto federal e envolve recursos federais?, completou Hartung.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.