Oposição tenta obstruir MPs e impedir votação da CPMF

Os partidos de oposição começaram a obstruir a votação de medidas provisórias na Câmara para tentar evitar a liberação da pauta e, por conseqüência, a votação da proposta que prorroga a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 2011. Deputados de oposição protestaram no plenário contra a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de revogar duas MPs para desobstruir a pauta. "Estamos demonstrando que a Casa está a serviço do Executivo", reclamou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). O deputado leu no plenário parte da exposição de motivos, texto que acompanha as medidas provisórias, do presidente. Nela, Lula argumenta que há necessidade de revogar as MPs para desobstruir a pauta.Duas MPs ainda estão na pauta. A primeira delas libera R$ 6,3 bilhões em créditos extraordinários para órgãos do Executivo. A oposição apresentou um requerimento pedindo a retirada da MP da pauta como estratégia para obstruir as votações. Como o governo tem maioria, deverá ser vitorioso nas votações de hoje, mas a sessão deverá ser longa com a oposição prometendo usar todos os mecanismos de obstrução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.