Oposição se reúne para discutir estratégia para eleições 2008

PSDB e DEM discutirão também, em São Paulo, o papel da oposição frente ao governo do presidente Lula

Elizabeth Lopes, da AE

14 de abril de 2008 | 13h05

As direções do PSDB e do DEM reúnem-se, na tarde desta segunda-feira, 14, num hotel da Capital para discutir o papel da oposição frente ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Além da discussão sobre a linha de atuação da oposição e as estratégias para sucessão presidencial de 2010, tucanos e democratas, também irão conversar a respeito das eleições municipais em São Paulo.   No entanto, o presidente do Democratas, deputado Rodrigo Maia, em entrevista à Rede Eldorado de Rádio, negou a discussão sobre as eleições municipais.Ele disse discutirá estratégias e a conjuntura política e econômica nacional, e não alianças municipais, informou hoje "A eleição municipal tem sido discutida permanentemente com senador Sérgio Guerra (PSDB) no Congresso", declarou.   Sobre as eleições municipais na Capital, Maia avaliou que a expectativa é que se trabalhe pela aliança entre PSDB e DEM "até o último minuto".   Apesar dos esforços, que estão sendo feitos para que as duas legendas possam caminhar juntas já no primeiro turno desse pleito, a tendência é que o PSDB e o DEM disputem o primeiro turno com candidaturas próprias, respectivamente com o ex-governador Geraldo Alckmin e o prefeito Gilberto Kassab.   A reunião das direções dos tucanos e democratas prevista para começar às 16 horas, será realizada quase que simultaneamente com um evento de inauguração do hospital de referência do homem na Capital, que terá as presenças do governador de São Paulo, José Serra e do prefeito Gilberto Kassab, tradicionais aliados em São Paulo.   A sintonia demonstrada por Serra e Kassab não é a mesma encontrada nos bastidores das duas legendas. Isso porque setores do PSDB pressionam a legenda para o lançamento imediato da candidatura Alckmin, enquanto as alas ligadas ao governo Serra preferem que nas eleições à sucessão municipal da Capital o PSDB e o DEM caminhem juntos já no primeiro turno.   Dentre as presenças já confirmadas estão a do presidente de honra do PSDB, ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do senador Jorge Bornhausen, dos presidentes nacionais do PSDB, Sérgio Guerra, e do DEM, Rodrigo Maia, além de parlamentares das sua legendas.   Texto atualizado às 14 horas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.