Oposição quer rastrear dinheiro de TDAs

O senador José Eduardo Dutra (PT-SE) informou que o bloco das oposições irá apresentar à mesa do Senado requerimento pedindo o rastreamento da movimentação financeira e fotocópias dos cheques da conta corrente no Banco Bamerindus em nome de Vera Arantes, que teria pago ao presidente do Senado, Jader Barbalho, dinheiro referente à emissão irregular de Títulos da Dívida Agrária (TDAs). No requerimento, segundo Dutra, será pedida a cópia das movimentações bancárias ocorridas entre o segundo semestre de 1988 ao primeiro semestre de 1989. Após ser apresentado à Mesa, o requerimento será encaminhado à comissão de Constituição e Justiça (CCJ), devendo retornar ao plenário. Dutra informou também que as oposições aguardam apenas Jader Barbalho assumir a presidência em plenário - o que acontecerá após a posse do senador Ramez Tebet no Ministério da Integração Nacional - para ler uma carta aberta. Nesta carta, informou, as oposições pedirão a convocação de reunião de colégio de líderes para que o Senado decida em qual foro devem ser investigadas as denúncias de irregularidades contra o presidente do Senado. Segundo Dutra, as oposições entendem que as investigações não podem ficar só a cargo da Polícia Federal e do Ministério Público. Sobre a possibilidade de instalação de uma CPI para investigar as denúncias, disse que este será um assunto para o segundo semestre. Ele lembrou que o Congresso está a duas semanas do início do recesso. Mesmo que se consiga o número de assinaturas, não será possível instalar a CPI neste semestre, ponderou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.