Oposição quer punir Jader

Representantes dos partidos de oposição ao governo na Câmara e no Senado vão reunir-se, nesta terça-feira, para discutir a forma de cobrar do Conselho de Ética do Senado a punição do presidente da Casa, Jader Barbalho (PMDB-PA), por manter sociedade e relações pessoais com José Osmar Borges, suspeito de ser um dos principais responsáveis pelo desvio de recursos da Sudam.Além disso, segundo oposicionistas, as últimas denúncias contra Barbalho dão novo fôlego ao esforço de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Corrupção.O senador Jefferson Peres (PDT-AM), que disputou a presidência da Casa com Barbalho, disse que a pena mínima que deve ser estabelecida pela Comissão de Ética é a suspensão do mandato do peemedebista.Segundo ele, essa seria a medida porque já houve advertência anterior (portanto não é possível uma segunda advertência) quando Barbalho e o ex- presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) se atacaram publicamente."A situação do senador Jader Barbalho é frágil e insustentável, comprometendo a presidência da Casa?, argumentou Peres. Ele tem de renunciar", afirmou."Por uma questão de princípios, ele deveria se afastar do cargo?, sugeriu o líder petista na Câmara, Walter Pinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.