Oposição quer debater suposta fraude na TV Brasil

Os líderes do DEM, ACM Neto (BA), e do PSDB, Duarte Nogueira (SP), querem levar para a Câmara dos Deputados a discussão sobre uma fraude em licitação na TV Brasil. Uma auditoria do Tribunal de Contas da União em um contrato de R$ 6,2 milhões da estatal com a Tecnet encontrou diversas irregulares. Até um atestado falso foi apresentado pela empresa para disputar o contrato.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

10 de março de 2011 | 18h46

ACM Neto disse que apresentará na próxima semana um requerimento junto à Comissão de Fiscalização e Controle da Casa solicitando uma cópia da auditoria. Ele não descarta a convocação de diretores da empresa, do ex-ministro Franklin Martins e de responsáveis pela empresa.

"A EBC está consumindo rios de dinheiro público e não tem nenhuma utilidade para o cidadão. Nós já tínhamos alertado que seria jogar dinheiro fora e agora vemos que a EBC se tornou mais um ralo de corrupção. Vamos pedir cópia do trabalho do TCU e não podemos descartar a convocação de todos os envolvidos", disse o líder do DEM.

O líder do PSDB quer cobrar resultados de investigações feitas em outros órgãos. "Temos que ver como andam também as apurações da CGU e do Ministério Público. É preciso que o governo tome alguma medida concreta porque ao que parece é que, apesar das denúncias, a execução do contrato continua sendo feita sem parcimônia".

Nogueira destaca que é possível avançar o tema na comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação, que é presidida por seu correligionário Bruno Araújo (PE). "A comissão pode tanto delegar uma sindicância como pode criar uma proposta de fiscalização e controle e fazer uma mediação para obter dados relativos a este caso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.