Oposição quer CPI do Jorge e cassar mandato de ACM

Ospartidos de oposição já começaram a recolher assinaturas para a abertura de umaComissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar denúncias de tráfico deinfluência do ex-secretário geral da Presidência da República Eduardo Jorge CaldasPereira. A criação de uma CPI sobre o caso Eduardo Jorge ganhou fôlego depois dasdeclarações do ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), publicadasna revista IstoÉ. Em conversa com três procuradores da República, ACM teria dito quea quebra do sigilo de 1994 e 1998 de Eduardo Jorge poderá atingir o presidenteFernando Henrique Cardoso.Além da CPI, os oposicionistas também vão entrar, na próxima quinta-feira, com umarepresentação na Mesa do Senado pedindo a cassação do mandato de ACM por falta dedecoro parlamentar. Nas conversas com os procuradores, o ex-presidente do Senadotambém teria dito ter em seu poder uma lista de quem votou contra e a favor dacassação do mandato de Luiz Estevão. E ACM teria acusado a senadora Heloísa Helena deter votado contra a cassação do ex-senador. ?ACM é um canalha?, reagiu HeloísaHelena, ao prometer entrar com uma queixa-crime contra o ex-presidente do Senado, naJustiça, pedindo indenização por danos morais.Os oposicionistas só apresentarão a representação na próxima semana porque vãotentar, daqui até quinta-feira, obter junto ao Ministério Público uma cópia das fitascom as conversas gravadas entre ACM e os procuradores. Na avaliação dosoposicionistas, a confissão de ACM aos procuradores da República de que violou osistema de votação secreta do Senado é prova suficiente para pedir a abertura doprocesso de cassação de mandato do ex-presidente do Senado. ?Há elementos suficientespara pedir a cassação de ACM?, disse o líder do PT na Câmara, deputado WalterPinheiro (BA), inimigo político de ACM na Bahia.Para a senadora Heloísa Helena, o ideal é que os oposicionista obtenham asassinaturas necessárias para a instalação da CPI. ?A CPI é nosso instrumento dossonhos porque nos dá prerrogativas próprias do Judiciário para investigar?,argumentou a senadora. Segundo ela, a oposição já conseguiu 19 assinaturas no Senadopara criação da Comissão. Na Câmara foram recolhidas 118 assinaturas. Para instalaçãode uma CPI mista são necessárias, no mínimo, 27 assinaturas de senadores e 171 dedeputados. Os partidos de oposição também estão reivindicando que Fernando Henrique Cardosoacione ACM judicialmente sobre as declarações do ex-presidente do Senado tentandoenvolver o presidente da República em supostas irregularidades doex-secretário-geral Eduardo Jorge. ?O Fernando Henrique não pode ser omisso nestemomento, apesar de ter permitido criar o ovo da serpente que se chama ACM e que é umadas figuras mais perniciosas do País?, afirmou o senador Roberto Freire (PPS-PE), queesteve nesta sexta-feira com o presidente da República, no Palácio da Alvorada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.