Oposição quer anular sessão que aprovou diretor da ANA

PSDB e DEM entraram hoje com pedido de anulação da sessão do Senado que aprovou o nome de Paulo Rodrigues Vieira para a diretoria da Agência Nacional de Águas (ANA). Na véspera, uma manobra do líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), e do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), atropelou parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O nome de Vieira havia sido rejeitado pelo plenário do Senado no dia 16 de dezembro, por 26 votos a 25.

ANA PAULA SCINOCCA, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 19h33

"A matéria já havia sido arquivada e, fora isso, a CCJ já havia se manifestado contrária à nova votação. Fomos apanhados de surpresa", reclamou o líder do DEM na Casa, senador José Agripino Maia (RN). Ele e o líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (AM), comunicaram que se a Mesa Diretora não anular a sessão na qual o nome de Vieira foi aprovado eles vão ingressar com mandado de segurança junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Na votação de ontem, Vieira teve o seu nome aprovado com 28 votos a favor, 15 contrários e uma abstenção. A votação foi secreta.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoANAdiretoraprovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.