Beto Barata (AE)
Beto Barata (AE)

Oposição pedirá investigação da PF sobre contratos da Petrobrás com senador do PMDB

Reportagem do Estado deste domingo mostra que empresa de Eunício Oliveira fraudou uma licitação da estatal de R$ 300 milhões

Eduardo Bresciani, BRASÍLIA

10 de julho de 2011 | 15h28

A oposição pedirá que a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) investiguem os contratos da Petrobrás com a empresa Manchester Serviços Ltda, de propriedade do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Reportagem do Estado deste domingo mostra que a empresa fraudou uma licitação da estatal de R$ 300 milhões. A Manchester assinou ainda contratos de R$ 57 milhões com a Petrobrás sem licitação.

 

O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), pedirá por meio de ofício ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que a Polícia Federal entre no caso. "É preciso que haja investigação sobre essas denúncias e punição severa, se comprovadas a s irregularidades. A Petrobrás é um patrimônio do cidadão e não um feudo de um grupo ou de outro que quer tirar vantagem da coisa pública".

 

Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara, anunciou que o partido vai procurar o Ministério Público. O PPS vai pedir à Procuradoria-Geral da República (PGR) que abra uma investigação.

 

"Temos que acabar de uma vez por toda com essa prática criminosa envolvendo dinheiro público, fraudes e negócios particulares de políticos. A frouxidão do governo do PT nos últimos anos levou a essa situação. Chegamos a tal ponto que até parece normal, como se fosse um prêmio que políticos e partidos recebem por darem apoio ao governo. Está na hora de rompermos com isso".

 

O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) disse ainda que pedirá ao Tribunal de Contas da União (TCU) que faça auditoria nos contratos e afirmou que a oposição tentará aprovar em comissões da Câmara convites para que o presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, dê explicações sobre o tema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.