Oposição pedirá instalação da CPI do Apagão no Senado

A oposição deve entregar nesta quarta-feira o pedido de criação de CPI do Apagão Aéreo no Senado. Os líderes do Democratas (DEM) no Senado, José Agripino Maia, e do PSDB, Arthur Virgílio, confirmaram que entregarão à Mesa Diretora da Casa um requerimento pedindo a criação de uma comissão para investigar a crise no setor aéreo. Na noite de terça-feira, Virgílio informou que o requerimento contava com as assinaturas de 32 senadores - o número mínimo necessário é de 27 assinaturas.Os oposicionistas tiveram na terça-feira uma reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), a quem comunicaram a decisão de apresentar o requerimento nesta tarde. "Se for necessário instalar a CPI, que se instale na Câmara, que tem precedência. Foi lá que esse assunto começou", disse Renan, ao deixar a reunião, reafirmando que é contra a CPI no Senado.A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara considerou a comissão inconstitucional por não conter fato determinado. Líderes dos partidos de oposição ao governo entraram no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão. O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, entregou na quarta ao STF parecer favorável a instalação da CPI na Câmara. O recurso será julgado no dia 25 pelo plenário do Supremo.(Com Agência Brasil)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.