Oposição no Kuwait prepara confronto com forças de segurança

Grupos da oposição no Kuwait estão se preparando para protestar neste domingo contra o que chamam de golpe constitucional por parte do governo, preparando um potencial confronto com as forças de segurança sob ordens de enfrentá-los "decisivamente".

Reuters

21 de outubro de 2012 | 10h51

O governo, dominado pela família real Al-Sabah, anunciou na semana passada estar convocando eleições para 1o de dezembro e que mudaria a lei eleitoral "para preservar a unidade nacional".

O anúncio foi a última ação em uma batalha de poder cada vez maior entre as autoridades do governo e o parlamento, que viu oito governos entrarem e saírem desde que o emir, o xeque Sabah al-Ahmad, entrou no poder em 2006.

Líderes da oposição chamaram as mudanças de "golpe contra a constituição" e preparam um boicote às eleições.

Eles organizaram uma manifestação para este domingo, a qual ativistas disseram que começaria a partir de um número de locais na cidade do Kuwait, após as orações dos muçulmanos.

"Esperamos uma marcha pacífica e civilizada pelos manifestantes", disse Dhari Al-Rujaib, um jovem ativista da corrente progressista do Kuwait, acrescentando que até 60 mil pessoas devem participar da manifestação.

(Reportagem de Ahmed Hagagy)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALMANIFESTANTESKUWAIT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.