Oposição não deve incluir Metasa em pedido de CPI

O líder da oposição no Senado, José Eduardo Dutra (PT-SE), afirmou hoje que não vai incluir o caso da Metasa entre os que devem ser investigados pela CPI da Corrupção. A condição imposta pelo senador Fernando Bezerra (PTB-RN) para assinar o documento foi que a Metasa fosse investigada, já que ele quer defender-se de acusações de que se teria beneficiado de incentivos do Finor quando foi sócio daquela empresa, até 1998. Dutra e Bezerra tiveram, hoje, uma conversa diante de repórteres, na qual Bezerra reafirmou: "O contexto a ser investigado é a minha honra". Dutra propôs, então, que se incluísse o caso Metasa após a instalação da CPI, mas garantiu que não vai fazer a alteração no requerimento de coleta de assinaturas para criação da comissão de inquérito. Um pouco antes, Dutra havia afirmado que, se Bezerra coloca a condição de incluir a Metasa, é porque não quer assinar o requerimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.