Oposição libanesa quer renúncia do primeiro-ministro

A oposição do Líbano disse neste domingo rejeitar qualquer diálogo para superar a crise política causada pelo assassinato de uma autoridade da inteligência, a menos que o governo do primeiro-ministro, Najib Mikati, renuncie.

Reuters

21 de outubro de 2012 | 11h40

"Nenhuma negociação antes de o governo sair, nenhum diálogo sobre o sangue de nossos mártires", disse o ex-primeiro-ministro, Fouad al-Siniora, a milhares em luto no funeral de Wissam al-Hassan.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALOPOSICAOLIBANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.