Oposição insiste em ouvir Passos no recesso

A convocação do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, ao Congresso será tema da oposição na última semana do recesso parlamentar. O líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), autor de um requerimento de convocação de Passos, insistirá para que a comissão representativa do Congresso vote o pedido.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2011 | 11h57

A convocação do ministro precisa contar com o apoio da terça parte dos 8 senadores e 17 deputados que integram a comissão. Registrado na terça-feira da semana passada, o requerimento foi recebido com indiferença pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

"O afastamento do ex-ministro e outros 17 integrantes do ministério não pode encerrar o caso. O ministro Paulo Sérgio Passos ficou de fazer a faxina nos Transportes e é preciso saber se ele vai usar a vassoura para varrer a si mesmo", disse ontem Duarte Nogueira, que cobrará hoje de Sarney a convocação de Passos. "Há indícios grandes de que as irregularidades não foram sanadas e o ministro não convenceu de que não esteve envolvido", completou.

Suspeitas de irregularidades em contratos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e da Valec, estatal responsável pelas ferrovias, provocaram as demissões e a suspensão de novos contratos. Até agora, o ministério não anunciou o que fará para prevenir novas irregularidades, como a profusão de aditivos contratuais que elevam os valores gastos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.