Oposição ganha com troca-troca partidário, diz tucano

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), avalia que a oposição foi a maior beneficiada pelo troca-troca partidário que movimentou a Câmara nas últimas semanas. A criação do Solidariedade, que deve se aliar a Aécio Neves (PSDB) em 2014, é a principal vantagem para a oposição.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

07 de outubro de 2013 | 20h18

"A grande perda de deputados foi de partidos da base. Para o Solidariedade, que tem perfil de oposição, saíram 16 deputados que eram governistas", observou o líder tucano.

O balanço tucano mostra que o PSDB perdeu quatro deputados e ganhou outros dois. Um dos que deixou o partido, Luiz Nishimori (PR), é suplente e será substituído pela volta de Luiz Carlos Hauly, que era secretário do governo Beto Richa (PSDB). Com isso, os tucanos perderiam apenas um membro de sua bancada, que continua a terceira maior da Câmara.

Tudo o que sabemos sobre:
TROCA DE PARTIDOSCARLOS SAMPAIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.