Ueslei Marcelino|Reuters
Ueslei Marcelino|Reuters

Oposição entra com representação no MP contra Geddel

Parlamentares do PT e PCdoB pedem investigação das suspeitas de crimes de concussão e advocacia administrativa

Isabela Bonfim, O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2016 | 19h53

BRASÍLIA - Parlamentares do PT e do PCdoB entraram com uma representação no Ministério Público Federal em que pedem a abertura de investigação das suspeitas de crimes de concussão e advocacia administrativa por parte do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

A bancada do PT no Senado apresentará requerimentos de convocação do ministro Geddel às comissões de Constituição e Justiça, Fiscalização e Controle e Educação, bem como ao plenário da Casa, para que explique as acusações que lhe foram imputadas pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. Requerimentos de convite ao ex-ministro Calero serão apresentados nas mesmas comissões e também no plenário.

O ministro da Cultura se demitiu na sexta-feira, 18. De acordo com Calero, o motivo foi  a pressão que sofreu do titular da Secretaria de Governo para liberar um empreendimento imobiliário de luxo em Salvador, onde Geddel tinha comprado um apartamento. O ministro da Secretaria de Governo nega as acusações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.