Oposição tira projeto que altera partilha do pré-sal da pauta da Câmara

Texto permitiria que a estatal optasse por participar ou não como operadora em blocos de exploração de petróleo; ideia é que projeto seja votado após as eleições municipais

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

13 de setembro de 2016 | 13h30

BRASÍLIA - Os deputados decidiram deixar para outubro a votação do projeto de lei que altera o regime de partilha da Petrobras. Pela proposta, que veio do Senado, a Petrobras poderá optar se participa ou não como operadora em blocos de exploração de petróleo.

Ao chegar à sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a matéria seria retirada de pauta porque não houve acordo para votá-la. A ideia é que o projeto seja votado depois das eleições municipais.

A proposta encontra resistência do PT e outros partidos da oposição. “Nós conseguimos tirar o projeto da pauta e vamos continuar lutando para não aprovar um projeto que entrega o pré-sal para o exterior”, disse a líder da minoria, deputada Jandira Feghali (PC do B-RJ). Pelo planejamento inicial, os deputados tentariam aprovar o projeto nesta semana, quando fazem um esforço concentrado para serem liberados para participar da campanha. As eleições estão marcadas para o dia 2 de outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.