Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Oposição ameaça obstruir votações se base aliada comandar CPI

Líder tucano discorda da indicação de peemedebista para presidente e de petista para relatoria da comissão

REUTERS

12 de fevereiro de 2008 | 14h22

A oposição no Senado não aceita que apenas governistas ocupem os principais postos da CPI mista dos cartões corporativos, como foi acertado entre governo e tucanos, e ameaçou nesta terça-feira, 12, impedir as votações na Casa.     Veja também:   Entenda a crise dos cartões corporativos  Governo indica aliados para postos da CPI dos cartões PSDB diz que não vai investigar família de Lula  Após denúncia, governo publica mudanças para cartões Nesta manhã, o líder do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), anunciou que o presidente da CPI será o senador Neuto de Conto (PMDB-SC). Para a relatoria está cotado o deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP). Nos dois casos, estaria respeitado o princípio da proporcionalidade em que os maiores partidos ocupam os principais cargos nas CPIs. "Nós não vamos aceitar que a oposição não seja representada de acordo com o seu peso. Se isso acontecer, nós vamos parar o Congresso, inclusive as comissões", disse o líder do PSDB, senador Artur Virgilio (AM) O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN) reagiu. "Não vai haver paralisação do Congresso, isso eu poso garantir a vocês, vamos votar em um clima de disputa natural, mas vamos votar", disse. O senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo, que participou do acerto com os tucanos para a realização de uma CPI mista, contemporizou: "Ainda não temos nenhuma decisão sobre relatoria e presidência porque o requerimento não foi apresentado" O secretário-geral do PT, José Eduardo, disse que não foi convidado para a relatoria e que a escolha do nome será tratada pela liderança do partido. (Texto de Carmen Munari; Edição de Mair Pena Neto, da Reuters)   Texto alterado às 14h26

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICACPIOPOSICAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.