Oposição ameaça fazer 'obstrução branca' no Congresso

Os partidos de oposição no Senado decidiram fazer uma "obstrução branca" em represália à atitude do governo de não aceitar dividir com os oposicionistas o comando da CPI mista, que vai investigar o mau uso dos cartões corporativos, com os oposicionistas. Em reunião, no gabinete no presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), ficou acertado que hoje serão votadas apenas as redações finais de projetos de lei já aprovados. Na semana que vem será feita sessão do Congresso Nacional para começar a apreciar os mais de 800 vetos presidenciais feitos a propostas votadas no congresso ao longo dos últimos anos. Na reunião de hoje, Garibaldi Alves atendeu aos apelos dos líderes da oposição e concordou em intervir junto ao Palácio do Planalto para que o governo aceite compartilhar com a oposição o comando da CPI dos cartões corporativos. "Primeiro vou conversar com os líderes do governo (no Senado, Romero Jucá e Waldir Raupp, do PMDB) e depois irei com essa proposta ao comando político do governo", disse Garibaldi, que não descartou a possibilidade de conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.