Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Operação Politéia envolve também ex-diretores da BR Distribuidora indicados por Collor

No Rio de Janeiro, a Polícia Federal fez buscas nos endereços de Luiz Cláudio Caseira Sanches, que ocupou a diretoria Rede de Postos de Serviço e de José Zonis, ex-diretor de Operações e Logística da empresa

Fábio Fabrini, O Estado de S. Paulo

14 de julho de 2015 | 14h38

BRASÍLIA - Dentro da operação Politéia, a Polícia Federal também fez buscas nesta terça-feira em endereços dos ex-diretores da BR Distribuidora Luiz Cláudio Caseira Sanches e José Zonis, no Rio de Janeiro. Ambos foram indicados aos cargos pelo senador Fernando Collor (PTB-AL), suspeito de receber propina no esquema de corrupção da Petrobrás. Sanches ocupou a diretoria da Rede de Postos de Serviço e Zonis, a diretoria de Operações e Logística.

Embora já tenham deixado as funções de diretores, Sanches e Zonis são funcionários de carreira e continuam despachando na empresa. Nesta terça-feira, 14, os agentes da PF também fizeram buscas nos setores em que os dois trabalham. 

Desdobramento da Lava Jato, a nova operação tem como foco políticos investigados na Operação Lava Jato. Foram cumpridos nesta terça-feira mais de 50 mandados de busca e apreensão, inclusive no apartamento do ex-presidente e senador Fernando Collor. O ex-presidente classificou como "invasiva e arbitrária" a operação da PF.

A operação Politéia é a primeira deflagrada no âmbito dos inquéritos abertos em março no Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar suposto envolvimento de políticos no esquema de desvios de dinheiro na Petrobras. As ações estão sendo realizadas em Brasília e nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Bahia, Santa Catarina e Pernambuco.

Politéia, em grego, faz referência ao livro "A República", de Platão, que descreve uma "cidade perfeita", na qual a ética prevalece sobre a corrupção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.