Operação da PRF provoca lentidão em rodovia em PE

Os policiais rodoviários de Pernambuco provocaram engarrafamentos nos dois sentidos da BR-232, que liga o Recife ao interior do Estado, durante toda a manhã desta quarta-feira, com uma operação padrão que visou a pressionar o governo federal a negociar com a categoria, que inicia greve nacional na próxima segunda-feira. Foram 10 quilômetros de engarrafamento no sentido interior-capital e de cerca de seis quilômetros no sentido inverso, estimou o presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado, Paulo Arcoverde.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

08 de agosto de 2012 | 15h29

"Não aguentamos mais a enrolação do governo", afirmou ele, ao lembrar que a categoria busca uma negociação há dois anos, sem receber nenhuma proposta. A ação ocorreu no km 7,5 da rodovia, no bairro recifense do Curado. Os policiais pararam o maior número de veículos que puderam para verificar documentação e informar sobre o descaso do governo com a categoria. Novas ações deverão ser realizadas em outras áreas de grande fluxo da região metropolitana.

"Muita gente foi afetada, se atrasou, mas a maioria compreendeu e nos deu apoio", disse o líder sindical. "As pessoas entendem que estamos lutando também pela sua segurança". Ele afirmou que Pernambuco tem 340 policiais na ativa, quando seriam necessários pelo menos 700. "Por dia, 60 policiais trabalham no policiamento de mais dois mil quilômetros de rodovias federais em Pernambuco", destacou. "O policial está sobrecarregado, com problemas psicológicos, de saúde, ele não está dando conta da carga de trabalho que lhe vem sendo imposta".

Além da sobrecarga, o salário está defasado e o sindicato quer "o fim das distorções". O salário inicial do policial rodoviário hoje é 7% menor que em 2006, de acordo com o sindicato. "Houve redução".

Quatro postos da PRF em Pernambuco estão fechados por falta de efetivo, de acordo com Arcoverde - um no sertão, em Salgueiro, e outros três em municípios da zona da mata: Ribeirão, Quipapá e Carpina. Por este último passa a BR-408, que dá acesso ao estádio Arena da Copa, em construção para sediar jogos da Copa do Mundo em 2014. A proximidade de eventos esportivos internacionais - Copa das Confederações (2013), Copa do Mundo e Olimpíada (2016) - tem sido destacada pela categoria para alertar para a falta de capacidade operacional nas rodovias.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoPRFPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.