Operação da PF prende 19 no Rio por fraudes em licitações

Quadrilha é acusada de fraudar e superfaturar serviços em prefeituras da região metropolitana e interior do Rio

Alexandre Rodrigues, de O Estado de S.Paulo

24 Janeiro 2008 | 18h53

Pelo menos 19 pessoas foram presas nesta quinta-feira, 24,  na Operação Uniforme Fantasma, desencadeada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro de manhã. A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), foram expedidos 28 mandados de prisão temporária, e 60 de busca e apreensão contra suspeitos de integrar uma quadrilha que supostamente fraudava licitações e superfaturava serviços em prefeituras da região metropolitana e interior do Estado.  Estão com a prisão decretada pela Justiça, entre outros, o ex-prefeito de Magé, Charles Cozzolino (PMDB), e a secretária de Fazenda da cidade, Núcia Cozzolino. Ambos integram o clã dos Cozzolino, ao qual também pertence a atual prefeita, Núbia Cozzolino (PMDB). O esquema funcionava pelo menos em outras seis cidades. Segundo o procurador-geral de Justiça do Estado, Marfan Vieira, não foi pedida a prisão de prefeitos, mas documentos apreendidos poderão incriminá-los. Segundo ele, uma funcionária de uma das empresas fornecedoras prestou depoimento hoje, dizendo que Núbia Cozzolino recebia do esquema periodicamente valores entre R$ 50 mil e R$ 100 mil. Núbia ainda não se pronunciou sobre a acusação. A investigação começou a partir de informação do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que estranhou a movimentação de até R$ 1 milhão em um curto espaço de tempo por empresas de pequeno porte, como confecções, que teriam sido contratadas para fornecer uniformes escolares que nunca foram entregues - daí o nome da operação. A quadrilha, segundo a Polícia, agia também nos municípios de Rio Bonito, Angra dos Reis, Japeri, Paraíba do Sul, Aperibé e Santo Antônio de Pádua.

Mais conteúdo sobre:
Operação Uniforme Fantasma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.