Operação Arco de Fogo fecha dois garimpos em Mato Grosso

De acordo com PF, cerca de 40 pessoas trabalhavam nos garimpos no momento da autuação e sete foram presos

05 de maio de 2009 | 18h33

A Operação Arco de Fogo, da Polícia Federal (PF) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), fechou nesta terça-feira,5, dois garimpos de ouro clandestinos na região de Peixoto de Azevedo, no norte de Mato Grosso.

 

De acordo com a PF, cerca de 40 pessoas trabalhavam nos garimpos no momento da autuação. Sete foram presas: três proprietários e quatro operadores de máquinas. Os demais trabalhadores foram liberados. Na operação, foram apreendidos dois tratores de esteira e três retroescavadeiras, avaliados em R$ 1,5 milhão.

 

A Arco de Fogo é uma operação permanente da Polícia Federal e do Ibama, com apoio da Força Nacional de Segurança. Deflagrada em fevereiro de 2008, a operação combate crimes ambientais na Amazônia.

Mais conteúdo sobre:
Arco de FogoMato Grosso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.