ONU critica política de combate ao racismo no Brasil

A Organização das Nações Unidas (ONU) faz uma dura crítica sobre a politica de combate ao racismo no Brasil e pede que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva incremente suas ações para minimizar as desigualdades e discriminações no País. O relatório, obtido pelo Estado, foi produzido pelo Comitê de Combate ao Racismo da ONU e aponta, entre outras coisas, "a persistência de desigualdades profundas e estruturais que afetam as comunidades negras, mestiças e de indígenas no Brasil".O relatório foi publicado no dia em que Lula lança mais uma iniciativa de combate ao racismo durante sua visita a uma comunidade quilombola no Estado de Goiás. Para a ONU, porém, apenas poucas áreas de quilombo são reconhecidas oficialmente pelo governo, política que precisa ser mudada. A ONU ainda completa seu relatório acusando o Brasil de não aplicar as leis existentes de combate ao racismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.