OMC retoma negociações sobre acesso a remédios

Delegados de 144 membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) encontraram-se neste domingo em Genebra para tentar um compromisso para uma solução que assegure, com base nas regras da OMC, o acesso dos países pobres a medicamentos essenciais.Essa reunião, informal e exploratória, será realizada após nove dias de suspensão das negociações, e quando o Conselho da Propriedade Intelectual (Conselho ADPIC) deve apresentar no fim da próxima semana ao Conselho Geral (Executivo que reúne os embaixadores) um relatório sobre esse tema particularmente sensível.A conferência de Doha, em novembro de 2001, pediu aos membros da OMC que encontrem até o final de 2002 uma solução prática que permita aos países sem indústria farmacêutica importar cópias de medicamentos com patentes, a fim de lutar contra as epidemias como a aids.Esse dispositivo seria possível graças a um sistema de "licenças obrigatórias" autorizando cópias em caso de urgência médica.A negociação agora retomada incide sobre dois projetos de textos diferentes, de 10 e 24 de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.