Olívio Dutra anuncia mínimo regional de R$ 230

O governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra (PT), aproveitou as comemorações do 1º de maio para anunciar hoje o projeto que fixa o salário mínimo regional em R$ 230 para uma jornada de 44 horas semanais. A proposta já tem o aval das centrais sindicais e será discutida nos próximos 15 dias com as entidades empresariais do Estado antes de ser enviada à Assembléia Legislativa para aprovação. As negociações servirão para definir até cinco pisos salariais entre R$ 230 e R$ 250, de acordo com os setores econômicos. Cerca de 500 mil trabalhadores gaúchos, ou um quarto da população empregada, de acordo com as estimativas da Secretaria Estadual do Trabalho, poderão ser beneficiados diretamente. "A economia do Rio Grande do Sul tem condições plenas de comportar uma elevação no salário mínimo, e essa medida promoverá uma oxigenação importante do consumo", afirmou o governador, cujo partido criticou a regionalização do salário mínimo. "A nossa luta por um mínimo nacional que dignifique o trabalhador continua". As micro e pequenas empresas que empregam jovens pelo programa estadual Primeiro Emprego já estão pagando um salário inicial de R$ 217, segundo o governador. A indústria gaúcha também já paga, em média, salários superiores a R$ 250, mas poderá sofrer uma espécie de efeito cascata pela mudança na base da pirâmide salarial, avalia o secretário do Trabalho, Tarcísio Zimmermann.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.