REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO

Olavo de Carvalho diz que teve conta no PayPal fechada

Pelas redes sociais, escritor disse que cursos online que oferece não podem mais ser pagos pela plataforma online

Fernanda Boldrin, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2020 | 13h27

Os cursos online ministrados por Olavo de Carvalho não podem mais ser pagos por meio do PayPal, plataforma que atua na viabilização de pagamentos online. A informação foi divulgada pelo próprio Olavo em publicação nas redes sociais.

“Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do PayPal.”, escreveu o astrólogo em seu Facebook.

Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do PayPal. Publicado por Olavo de Carvalho em  Quarta-feira, 5 de agosto de 2020

O anúncio feito por Olavo de Carvalho do fechamento de sua conta do PayPal ocorre após uma série de alertas feitos à empresa pelo Sleeping Giants Brasil, versão brasileira de um movimento que alerta empresas quando sua publicidade é veiculada em sites que veiculam desinformação ou conteúdo racista.

Nesta terça-feira, por exemplo, o perfil fez uma publicação no Twitter, na qual marcou os perfis do PayPal e da PagSeguro e pediu que as empresas “apliquem os seus termos de uso e parem de lucrar com fake news e discurso de ódio”. Ao longo das últimas semanas, o perfil fez pelo menos sete publicações sobre este caso.

Questionado por um de seus seguidores se, mesmo assim, ele conseguiria receber pagamento pelos seus cursos por outros meios, Olavo respondeu que “sim, obrigado”. No site de venda de seus cursos, ainda consta como possibilidade realizar pagamentos por meio da plataforma Pag Seguro.

Procurado pela reportagem, o PayPal afirmou ter o compromisso de “revisar diligentemente qualquer usuário” para garantir que os serviços da empresa sejam usados de acordo com “política de uso aceitável”. A empresa, no entanto, não forneceu detalhes sobre o caso específico.

Leia a nota do PayPal:

Como sempre, temos o compromisso de revisar diligentemente qualquer usuário do PayPal para garantir que nossos serviços sejam utilizados de acordo com nossa política de uso aceitável. O PayPal avalia cada situação de forma independente e com base em nossos próprios processos de revisão e análise interna. Embora não possamos fornecer detalhes sobre contas de clientes de acordo com a política da empresa, se tomarmos conhecimento de atividades que violam a política, tomaremos as medidas apropriadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.