Oito são presos por morte de jornalista no Maranhão

Um dos suspeitos de participar do assassinato de Décio Sá foi morto na segunda à noite

Solange Spigliatti - Central de Notícias,

13 Junho 2012 | 11h04

São Paulo, 13 - Oito pessoas acusadas de participar do assassinato do jornalista Décio Sá, em 23 de abril, em São Luís, no Maranhão, foram presas na madrugada desta quarta-feira, 13, inclusive o autor dos disparos, segundo informações da Polícia civil.

Policiais desencadearam na madrugada a operação Detonando, com o objetivo de cumprir oito mandados de prisão e 14 de busca e apreensão, no interior do Estado, em São Luís e no Pará, segundo a polícia.

Um dos suspeitos de participar do assassinato do jornalista foi assassinado na noite de segunda-feira, 11. Valdênio José da Silva estava em casa ao lado da esposa quando um homem efetuou cinco disparos por uma janela entreaberta da residência. O jornalista foi morto com cinco tiros em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís. De acordo com testemunhas, os suspeitos chegaram em uma motocicleta, executaram o jornalista e fugiram do local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.