Oito mil trabalhadores rurais fazem protesto em Brasília

Cerca de 8 mil manifestantes estão reunidos em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, para o 18º Grito da Terra Brasil, movimento que reivindica a aprovação do novo Código Florestal com os vetos e alterações da presidenta Dilma Rousseff, segundo informações da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

GHEISA LESSA, Agência Estado

30 Maio 2012 | 13h07

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Contag, os trabalhadores rurais estão reunidos desde as 5h desta quarta, mas o protesto teve início às 10h30.

A pauta do 18º Grito da Terra Brasil deste ano aborda a reforma agrária, trabalho justo e produção de alimentos saudáveis para todos, além da criação e aperfeiçoamento de políticas públicas de crédito, assistência técnica, organização da produção e comercialização que visam o fortalecimento e a proteção da agricultura familiar.

Os trabalhadores rurais, de acordo com a Contag, aproveitam a ocasião para fazer um protesto também contra a violência no campo. Foram expostas cruzes brancas no gramado do Congresso Nacional para representar todas as vítimas de violência no campo e denunciar que muitos desses crimes ainda continuam impunes.

Em seguida, os trabalhadores pretendem sair em caminhada em direção à tenda localizada nas proximidades da Catedral de Brasília, onde será realizada a abertura oficial do 18º Grito da Terra Brasil.

Mais conteúdo sobre:
Protesto Grito da Terra Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.