Oficiais do Itamaraty param por salários

Oficiais e assistentes de chancelaria do Itamaraty fizeram ontem greve de 24 horas, a primeira desde 1994. Eles querem a redução da diferença entre seu salário e o dos diplomatas. Um oficial recebe de R$ 4.600 a R$ 6.100 e um diplomata, de R$ 7.751 a R$ 11.800. A paralisação prejudica o trâmite de documentos no País e a concessão de vistos nos consulados. Postos foram fechados em Nova York, Los Angeles, Cidade do México, Tóquio, Roma, Berlim e Madri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.