OEA pede que Brasil respeite a liberdade de expressão

A Organizacão dos Estados Americanos (OEA) pede que o Brasil não desrespeite os princípios da entidade de liberdade de expressão, direitos assinados pelo governo brasileiro em acordos internacionais. Em uma nota à imprensa, a relatoria especial para a Liberdade de Expressao da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA afirma estar "preocupada" com a determinacão das autoridades brasileiras de cancelar o visto do jornalista Larry Rother do jornal americano The New York Times. A entidade pede que a decisão seja re-avaliada pelo governo.Segundo a relatoria da OEA, o Princípio 11 da Decalaração dos Princípios sobre Liberdade de Expressão, aprovado pela Comissao Interamericana de Direitos Humanos, em 2000, afirma que "os funcionários públicos estão sujeitos a maior escrutínio por parte da sociedade". Já o princípio 13 expressa que "os meios de comunicação social têm o direito de realizar seu trabalho de forma independente". Para a entidade, "pressões diretas ou indiretas para silenciar a atividade informativa dos comunicadores sociais são incompatíveis com a liberdade de expressão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.