Odair: campanha de Maia não muda por causa de Mabel

O deputado Odair Cunha (PT-MG), um dos coordenadores da campanha de Marco Maia (PT-RS) à presidência da Câmara, não vê ameaça ao favoritismo do petista no lançamento da candidatura avulsa de Sandro Mabel (PR-GO). Ele afirmou que não haverá mudanças na campanha e acrescentou que amanhã o PV formalizará apoio ao petista.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

25 de janeiro de 2011 | 14h27

"Vamos manter nossa tática de campanha. Não haverá mudança pelo fato de haver outro candidato. Continuamos buscando o apoio de outros partidos e parlamentares", afirmou. Cunha lembrou que hoje Maia encontra-se em Belo Horizonte, num almoço de apoio da bancada mineira, que contabiliza 53 parlamentares.

Além dos dez partidos que já formalizaram apoio à candidatura de Maia, o PV - que elegeu 15 deputados - oficializa amanhã sua adesão à campanha petista, adiantou o deputado Fabinho Ramalho (PV-MG).

Com isso, Maia contabiliza o apoio das maiores bancadas da Câmara (PT, PMDB, PSDB, PP, PR, PDT e PSB) e do Palácio do Planalto. O petista ainda busca o apoio do PTB, que segue neutro na campanha. O PSOL não deve apoiar nenhum candidato. Para vencer o páreo ainda no primeiro turno, Maia precisa obter 257 votos.

Tudo o que sabemos sobre:
MaiaMabelpresidênciaCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.