Ocupação da Câmara do DF continua pelo menos até o fim da tarde

Entre as reivindicações, a anulação das eleições indiretas que elegeram Rogério Rosso governador do DF

Agência Brasil

22 de abril de 2010 | 12h19

BRASÍLIA - Os estudantes da Universidade de Brasília, que ocupam a nova sede da Câmara Legislativa desde a noite da última quarta-feira, 20, vão permanecer até as 18 horas no local. Eles decidiram manter a ocupação durante assembleia na manhã desta quinta-feira, 22. No fim da tarde, eles voltam a se reunir para decidir os rumos da manifestação.

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/foto_azul.gif Estudantes invadem prédio da Câmara Legislativa do DF

 

Entre as reivindicações estão a anulação das eleições indiretas que elegeram Rogério Rosso governador do Distrito Federal até 31 de dezembro, a revisão do Plano Diretor do Ordenamento Territorial (Pdot) e a demissão do coronel da Polícia Militar Silva Filho. Segundo os estudantes, ele é responsável por várias agressões contra integrantes do movimento Fora Arruda.

 

"Queremos a construção de um Poder Público com a participação popular", afirmou a estudante de geografia e membro do Diretório Central do Estudantes da Unb, Luana Medeiros. De acordo com ela, a intenção é fortalecer a mobilização com o apoio de outros movimentos sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.