Obras no Maracanã ameaçam 'aldeia indígena' no coração do Rio

Indígenas ocupam há seis anos um prédio que já serviu como Museu do Índio ao lado do estádio.

BBC Brasil, BBC

21 Maio 2012 | 13h15

A poucos metros do Maracanã, no Rio de Janeiro, indígenas de várias tribos diferentes convivem em um espaço onde no passado funcionava o Museu do Índio.

O prédio pertence ao governo federal, mas está sem ocupantes oficiais desde que o museu fechou, há seis anos. Nesse período, os índios ocuparam local e agora vivem aqui, cultivando suas próprias hortas e cozinhando segundo receitas repassadas por seus ancestrais.

Agora a "Aldeia Maracanã" está ameaçada com as obras de reforma do estádio para a Copa do Mundo de 2014. Até agora, ninguém foi notificado para sair, mas os índios suspeitam que serão forçados a deixar o local.

Segundo o projeto apresentado à Fifa, as obras no entorno do estádio preveem mais de 10 mil vagas de estacionamento para os dias de jogos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.