Obama elogia liderança de Lula e Bachelet

Presidente americano diz que Brasil e Chile ?são o caminho certo? para países da América Latina

Patrícia Campos Mello, O Estadao de S.Paulo

24 de junho de 2009 | 00h00

O presidente americano Barack Obama elogiou ontem a liderança do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na América Latina e afirmou que o brasileiro implementou "reformas de mercado inteligentes que tornaram o Brasil próspero". Segundo Obama, Chile e Brasil "são o caminho certo para outros países da região onde a tradição democrática não é tão sólida como poderia ser".Respondendo a uma pergunta sobre a presidente do Chile, Michelle Bachelet, com quem ele se encontrou ontem na Casa Branca, Obama afirmou que tanto o Chile como o Brasil lideram na América Latina. "O presidente Lula tem uma orientação política muito diferente da maioria dos americanos, ele veio do movimento sindicalista e é visto como um esquerdista", disse o presidente americano. "Mas ele se mostrou uma pessoa muito prática, e, apesar de manter relacionamentos com todo o espectro político na América Latina, ele implementou várias reformas de mercado inteligentes, que tornaram o Brasil próspero."Obama já havia dedicado elogios a Lula em Londres, na reunião do G-20, em abril. Na ocasião, a conversa foi em particular, mas o momento acabou captado pelas câmeras. Obama afirmou que Lula era "o cara" e que o presidente brasileiro era o "político mais popular do mundo". "É porque ele é boa pinta", brincou o americano.Obama também elogiou Michelle Bachelet, que chamou de "uma das melhores líderes da América Latina, uma pessoa muito capaz". Ele disse que o Chile lidou muito habilmente com a recessão, ao usar a receita com exportação de cobre em um fundo anticíclico. "É uma boa lição para os Estados Unidos. Quando tínhamos superávits, nós os desperdiçamos."Bachelet retribui o elogio, dizendo que Obama "é um ídolo" no Chile. Depois do encontro, Obama anunciou uma parceria em energia limpa com o Chile, principalmente energia solar. E os jornalistas chilenos presentes ao encontro pediram para tirar uma foto ao lado do presidente Obama.O indicado para assumir o principal posto diplomático dos Estados Unidos para a América Latina, Arturo Valenzuela, é chileno-americano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.