OAB vai reapresentar lista de indicados para vaga no STJ

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu hoje reencaminhar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a lista dos seis nomes indicados pela entidade para disputar uma vaga de ministro do tribunal. A OAB havia cogitado entrar imediatamente na Justiça, com mandato de segurança, para obrigar os ministros do STJ a escolherem três dos seis nomes e encaminhá-los ao presidente Luís Inácio Lula da Silva, como determina a Constituição. Na terça-feira passada, os ministros recusaram os nomes, votando maciçamente em branco, e comunicaram à OAB que nenhum dos candidatos havia conseguido os votos necessários. Como o regimento do STJ obriga a escolha de três nomes, a OAB entendeu que novas votações devem ser feitas até que esta lista seja reduzida. A decisão atende apelo do presidente do STJ, Raphael de Barros Monteiro Filho, que ontem pediu reunião com presidente da OAB, Cézar Britto, para encontrar uma saída para a crise entre as duas instituições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.