OAB vai pedir punição exemplar para ACM e Arruda

Três horas antes de começar a acareação, nesta quinta-feira, entre os senadores AntonioCarlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF) e a ex-diretora do Prodasen Regina Borges, entidadescomo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) devem pedir punição exemplar para os parlamentares suspeitos departicipar da violação do painel de votações do Senado.Os presidentes da OAB, Rubens Approbato Machado, e da CNBB, Jayme Chemello, marcaram para esta quinta-feira uma entrevistacoletiva na qual devem analisar o processo de cassação de ACM e Arruda.Na entrevista, também deve ser deflagrada uma campanha nacional pela moralidade na política brasileira.A idéia, que envolvemais de 40 entidades, é fazer uma vigília cívica em todo o País com o objetivo de evitar acordos que livrem os senadores dacassação.Nesta quarta-feira, Approbato Machado demonstrou que desconfia do que ACM tem declarado nos últimos dias. ?A verdade é queninguém iria fazer aquilo (violar o sigilo do painel) sem uma ordem do presidente do Senado?, opinou. Na época, o presidenteera ACM. ?Estamos num teatro?, concluiu.O presidente da OAB também comentou a notícia de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderia ser consultado sobre oque ocorreria se ACM e seus suplentes renunciassem. ?Seria uma postura de quem não tem mais argumentos para sedefender?, avaliou.Approbato Machado analisou ainda a possibilidade de ocorrerem violações nas urnas eletrônicas utilizadas nas eleições, aexemplo do que aconteceu com o painel do Senado.Ele admitiu que tudo que envolve tecnologia pode estar sujeito a fraudes.Mas disse que existem mecanismos de fiscalização e bloqueio para evitar que isso ocorra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.