OAB rejeita impeachment e pede investigação de Lula

Por 25 votos a 7, o Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) rejeitou a proposta de pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sob acusação de envolvimento no mensalão.Por outro lado, a OAB resolveu, por 17 votos a 15, que vai encaminhar ao procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, todo o trabalho feito pelo relator do seu Conselho Federal, Sergio Ferraz, favorável ao impeachment de Lula, e pedir o aprofundamento das investigações sobre o envolvimento no presidente no esquema do valerioduto.Para o relator, segundo informações da OAB, não há como separar a figura do presidente da República do envolvimento no "mar de lama" e da "organização criminosa" comandada pelo ex-ministro José Dirceu (da Casa Civil) e pelos petistas José Genoino, Delúbio Soares e Silvio Pereira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.